AS FONTES E SEUS NOMES

  

 FONTE VIOTTI – Caxambu/MG

 

O seu nome é uma homenagem ao Dr. Polycarpo Rodrigues Viotti, um dos mais ilustres médicos que Minas Gerais possuiu e um dos pioneiros dos estudos crenológicos no Brasil. Viveu e clinicou em Caxambu onde exerceu durante 50 anos uma atividade profissional e pública de grande mérito. A ele Caxambu deve, em grande parte, a valorização cientifica das águas minerais, pois como médico de grande cultura, clínico de rara capacidade, observador criterioso impôs-se ao conceito não só dos habitantes locais, mas especialmente aos milhares de aquáticos que durante 50 anos o procuraram para dele receberem orientação médica em nossa Estância. Com ele nasceu em Caxambu a crenologia cientifica propriamente dita. Dedicou-se ainda como diretor técnico da Empresa em 1883 aos estudos de captação das águas tendo sido o supervisor da captação da Fonte Viotti, cujos serviços foram executados por Venâncio Figueiredo do qual nos ocuparemos ainda. Dessa época nasceu o batismo da Fonte; vejamos as próprias palavras de Henrique Monat em 1894:

“Captada esta fonte pelo Dr. Viotti algumas pessoas, que então se achavam em Caxambu, aceitando uma proposta do Sr. Dr. Rodrigues dos Santos, um dos nossos mais distintos ginecologistas, deram-lhe o nome de Viotti, em homenagem ao laborioso clínico. A proposta foi apoiada pelo decano dos aquáticos, o Ver. Pe. Correia de Almeida”.

- Disse o Pe. Correia de Almeida em versos:

 

Aqui, em Caxambu, onde bebemos

Saúde com as águas cristalinas,

Realengas palavras genuínas

Em cada poço lemos e relemos;

 

E não parece justo que neguemos

Aos príncipes finezas superfinas,

Só porque, sendo filhos d’estas Minas,

Do Martir Tiradentes descendemos.

 

Do monarca, de um conde, até de um duque

O grão nome, em relevo de áureo estuque,

Jamais reprovaremos que se adote;

 

Porém na melhor fonte a gente grata,

Homenagem rendendo ao democrata,

Deve o nome escrever – Doutor Viotti.